[ X ]

Utilizamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios y mostrarle publicidad relacionada con sus preferencias mediante el análisis de sus hábitos de navegación. Si continua navegando, consideramos que acepta su uso. Puede cambiar la configuración u obtener más información “aviso legal”.

Paraninfo, academia en Madrid

+34 91 543 31 39 - info@paraninfo.com
C/ Princesa, 70 - 1º - 28008 Madrid

Cervantes British Council Oxford

Franklin Folayan

Franklin

Curso de Espanhol para estrangeiros

O Franklin é um aluno muito trabalhador. Este jovem nigeriano destaca-se pela sua excelente personalidade. É muito colaborador, simpático e um grande companheiro. Sempre muito esforçado, estudando e realizando todas as tarefas e exercícios propostos.

É uma pessoa absolutamente consciente e dedicada ao seu aprendizado, com uma capacidade de motivação e disposição louváveis.

Todas as entrevistas >>

Entrevista

Paraninfo

- Onde você nasceu?

Franklin

- Nasci em Lagos, a cidade mais populosa do país da Nigéria, no oeste da África.

- Por que você decidiu aprender espanhol?

- Bem, porque eu gustaria de estudar teologia na Universidad Pontificia de Comillas devido à recomendação que tinham me dado quando estava na Nigéria.

- Você está há muito tempo na Espanha? Pretende ficar aqui?

- Eu não diria que levo muito tempo na Espanha porque estou aqui só há 7 meses, mas tenho que reconhecer que para dizer que alguém está aqui há muito tempo é necessário considerar muitas coisas. Sinceramente estou contente aqui na Espanha porque gosto de ter experiências com outras pessoas, mas também gosto muito da minha própria cultura. Por isso não pretendo ficar aqui. Mas se tivesse a necessidade de ficar, ficaria.

- Como foi sua experiência em Madri?

- Tenho que confessar que ainda que não esteja aqui há muito tempo, vivi muito a cultura espanhola e a de outros países. Acho que a Espanha, ou Madri precisamente, é um lugar onde se encontra muita gente de diferentes países. Então não tive só a experiência da Espanha mas também de outros países através das pessoas destes lugares que conheci na sua escola de espanhol e na casa onde moro. Além disso, nestes momentos, tive a oportunidade de conhecer algumas festas nacionais e locais da Espanha. Em geral, minha experiência aqui foi estupenda e enriquecedora.

- Antes de começar o curso, qual era seu nível?

- Sinceramente não tinha nível nenhum antes de começar e não pensava que seria possível aprender tão rápido.

- Por que você escolheu nossa escola? Como está sendo o curso de espanhol?

- Quase todos os estrangeiros que vivem na minha casa estudaram espanhol nesta escola e falam espanhol muito bem. Então, quando cheguei à Espanha, não falava espanhol e escolhi vocês. No princípio do curso estava muito preocupado que fosse muito difícil mas depois de pouco tempo, com a ajuda das professoras, que me ensinaram e que continuam me ensinando, as preocupações desapareceram sem que eu me desse conta. Comecei o curso com um nível A1 e a Lucía e a Aurora eram as minhas professoras e, como aprendia muito rápido, passei para o A2, com a Sílvia e a Laura, que foram minhas professoras desde então até agora, que estou no nível B2. No geral o curso está sendo ótimo devido às professoras que ensinam muito bem, com muita dinâmica, e métodos enriquecedores.

- Qual é sua melhor característica? Quais são suas qualidades?

- Minha melhor característica! Se não me engano, pode ser que tenho muita vontade de aprender mesmo quando tudo parece muito difícil. Como tenho muita vontade de aprender, tento cumprir todas as recomendações das minhas professoras para aprender espanhol, e sempre faço as tarefas. Também acho que me comporto muito bem na aula e me dou bem com os outros alunos.

- Como está sendo seu aprendizado de espanhol? É difícil ou você tem facilidade?

- O interesse que tenho pelo curso me ajudou muito. Estou aberto a aceitar correções e nunca tenho medo de cometer erros, porque sei que aprendemos muito com nossos erros. Tento falar na aula e fora dela com nativos e estrangeiros que falam espanhol. Escrevo textos e os dou às minhas professoras para que me corrijam. Também tento ler livros em espanhol, começando com o mais fácil até o mais difícil. Realmente não foi muito fácil aprender espanhol porque no princípio era muito complicado, mas, com o passar do tempo e os esforços, agora é fácil aprender.

- O que você acha de ter sido escolhido como aluno destacado?

- No fundo me sinto muito indigno de ser aluno destacado da escola porque tenho outros colegas muito inteligentes e que eu acho mais merecedores do que eu. Apesar disso, acho que a escola me escolheu porque tento estar animado e animo os outros, me dou muito bem com os alunos e tento falar bem espanhol.

- Você gostaria de comentar mais alguma coisa para esta entrevista?

- Simplesmente que estou muito contente de ser aluno da Paraninfo e a recomendaria a qualquer pessoa que queira aprender espanhol, sem importar seu nível e sua capacidade de aprender. Muito obrigado.

Franklin

Todas as entrevistas >>